à minha mãe.

Mãe,
Todo ano, cada data comemorativa vem com a dúvida cruel: o que eu vou dar para minha mãe? Desde criança quando eu te perguntava o que você queria e você dava sua clássica resposta (“Obediência!”), eu sabia: você não é uma mãe como as outras. 
Esse ano, no dia das mães, não tive dúvida do que te dar. 
Assim que eu olhei para essa plantinha, soube que ela representava bem algumas das lições que você me ensinou ao longo da vida. 
Ela me lembrou você porque você cultiva – nunca teve medo nem receio de sujar as mãos, de ver uma semente e crer que dela viria frutos, de trabalhar e cuidar crendo que essa dedicação resultaria em algo belo. Sou fruto da sua dedicação, do seu cultivo. Obrigada por nunca ter hesitado em arrancar as ervas daninhas da minha vida, e por ter me ensinado a detectá-las. Obrigada por nunca cultivar em mim uma personalidade unilateral, rasa, superficial. Minhas raízes são profundas graças às suas mãos, ao seu trabalhar incansável. 
Além disso, ela me lembrou do fato de que, para mim, você é a melhor personificação do que é ser mulher. Muitos vêem a feminilidade como a fragilidade das flores, a delicadeza das pétalas que queimam quando pegam muito sol. Mas você me ensinou, desde bem cedo, justamente o contrário. 
Nesses anos ao seu lado, vi você encarar todas as situações adversas que o mundo poderia te dar. Ora o sol se escondia, ora brilhava demais. O solo buscava te afogar, ou não te dar nada daquilo que você precisava para sobreviver. No entanto, você permaneceu enraizada naquilo que crê. E com cada estação que passava, por mais difícil que fosse, você permanecia erguida, vestida com toda sua dignidade, florescendo. 
Obrigada por me mostrar a beleza que há na resiliência, na força, na perseverança. É uma beleza que não é óbvia para todos que veem, que não faz questão de se exibir, mas que transforma e edifica a vida daqueles que te contemplam.
Feliz dia das mães para a melhor que há. Dizem que toda mãe é igual, mas eu discordo. Muitas filhas podem ter procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente!
Que cada dia você olhe essa plantinha (que eu sei que você vai cuidar com muito esmero) e lembre-se do quanto eu te admiro e sou grata pela Vida que semeou no meu coração.
Te amo, muito e para sempre.
PS: Comprei uma parecida para ficar na minha varanda também – qualquer aspecto que puder ser mais parecida com você, para mim tá valendo.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: