o pêndulo e o silêncio.

dias atrás, estava assistindo um vídeo de uma entrevista com um sociólogo que aprecio muito: Zygmunt Bauman. lá, ele comentava sobre como a sociedade tende a oscilar como um pêndulo, entre dois extremos de pensamento e prioridade; antigamente se dava muito valor a segurança em detrimento da liberdade, mas hoje se dá valor a liberdade acima de tudo. e então ele comenta sobre redes sociais, e o fato de que coisas que antigamente guardávamos apenas para o confessionário, para Deus diretamente, hoje nós proferimos para todos (“nós instalamos microfones no confessionário”).

“O tolo revela todo o seu pensamento, mas o sábio o guarda até o fim.” (Provérbios 29:11)

Silêncio nunca foi tão desvalorizado, absolutamente tudo deve ser compartilhado! Mas, entenda: compartilhar verdadeiramente, comida, por exemplo, é “vem jantar comigo” e não “olha o que eu estou comendo!” Nosso compartilhamento não diz “quero dividir com você”, apenas “quero mostrar para você”.

E mostramos a profundeza da nossa tolice. Pode se observar isso nas novas gerações; antigamente nada do que a criança dizia tinha valor, hoje tudo é de total importância (olha o pêndulo balançando…)! Criamos pequenos seres humanos que acham que tudo que pensam é digno de se bradar, que não tem filtro sobre o que falar, com quem falar, que hora falar. E só nos resta rir de suas indelicadezas, interrupções e grosserias.

Poderíamos fazer diferente? Não somos nós que fazemos comentários negativos em fotos de “amigos”, expomos sentimentos e acontecimentos privados para centenas de conhecidos, emitimos julgamentos sobre pessoas que sequer conhecemos? Também somos pequenos seres humanos, sem filtro, sem inibição.

Instalamos o microfone no confessionário e então reclamamos da exposição, dos comentários sem noção, da intromissão, do celular que nunca para…

“Como a cidade derrubada, sem muro, assim é o homem que não pode conter o seu espírito.” (Provérbios 25:28)

Nós derrubamos a cidade, destruímos os muros… e reclamamos que nos saqueiam.

Advertisements

2 thoughts on “o pêndulo e o silêncio.

Add yours

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: